sábado, janeiro 27, 2007

Exaltação à Rivalidade

Discutir futebol pela internet, admito, é um dos meus passatempos prediletos. Tudo começou quando eu descobri o Futiba através do Juca Kfouri. Eu era assíduo espectador do Cartão Verde da TVE. Passei a corresponder-me com o Gil, editor, com o Artur e com o Lula, colunistas. Tive um artigo publicado no espaço destinado aos leitores, tive uma coluna publicada no espaço cedido pelo Lula. Daí a virar colunista regular foi um pulo. Passei a ser o correspondente regional do Futiba para o RS. Pelo Futiba que conheci o Jorge Santana. Pelo Futiba que conheci MRV, a Mesa Redonda Virtual. Pelo Futiba que conheci o Mundo Esportivo. E é sobre o Mundo Esportivo que gostaria de falar.

O Mundo Esportivo era de propriedade de outro paulista – o Gil é paulista e corintiano –, Zé Roberto; palmeirense. Era outro jornal, concorrente do Futiba, mas com outra proposta. Era absolutamente normal que colaboradores de um, escrevesse no outro. O próprio Zé fazia isso. Logo, me vi sendo titular do espaço do Grêmio no Mundo Esportivo, na seção “Clássicos”.

Essa seção, no auge, chegou a ter quatro colunas: Grêmio-Internacional; Cruzeiro-Atlético; Corinthians-Palmeiras; Avaí-Figueirense. O formato das quatro era absolutamente o mesmo. Na mesma página, havia duas barras de rolagem, cada uma correspondente a um clube. Assim, bastava clicar no clássico de preferência e se deparar com ambas as colunas ao mesmo tempo, lado-a-lado. Toda a semana, os colunistas tratavam de seu clube, provocavam o outro colunista e respondia as provocações da semana anterior. Eu não sei se era divertido para quem lia, mas para quem escrevia era um deleite!

Anos passados do fechamento de ambos os jornais, a saudade ficou insuportável. O contato daqueles que colaboravam para o Futiba e o Mundo Esportivo jamais arrefeceu. Então, eu e o Luís Cláudio Portinho resolvemos recriar a coluna Gre-Nal. Foi aí que surgiu o blogue Mundo Esportivo – Clássicos – Gre-Nal (http://mundoesportivo-classicos-grenal.blogspot.com).

Toda a semana, atualizamos o blogue, exatamente como fazíamos no tempo do Mundo Esportivo. Infelizmente, não conseguimos dividir a página. Resolvemos adotar um sistema de rodízio: numa semana, a coluna do Grêmio é a primeira; noutra, a do Internacional.

Quem acessar o saite pode conferir os seguintes trechos:

* O clube começou o ano com objetivos modestos: ir bem na Copa do Brasil; não fazer vexame no Estadual; permanecer na Série A do Campeonato Brasileiro classificando-se à Sul-Americana. Desses, só se falhou na Copa do Brasil. Recuperamos a hegemonia estadual na casa deles e nos classificamos à Libertadores da América. iVolvimos! E pela undécima vez...

* Que mundial é esse que o vizinho afirma ter? O sítio da FIFA informa que apenas Corinthians, São Paulo e, agora, o nosso Glorioso Internacional possuem tal façanha. Mas uma coisa preciso reconhecer. Neste retorno da coluna CLASSICO, o vizinho apresentou uma postura bem modesta e livre daquela soberba que tanto destilava. Nada como uma temporada pela SEGUNDA DIVISÃO...

* Voltaremos ano que vem com força total. É ano de Gauchão, Libertadores e Brasileiro. Três competições duras e difíceis e que nos exigirão ao máximo. Este ano, provamos que estamos vivos e que podemos derrotar qualquer um; inclusive o Campeão Mundial na casa deles! O nosso Salão de Festas ficou ainda mais charmoso. O ano promete!

* Alguém poderia me explicar essa paixão que se nutre por argentinos lá na azenha? O zagueiro Schiavi foi contratado na SEGUNDA DIVISÃO da Espanha. Nada mais apropriado! Já chega com experiência para jogar noutro clube da SEGUNDONA. Mas a contratação do tal zagueirinho castelhano já surte efeitos, os pijamas conseguiram levar 2 gols do “expressivo” time do São Paulo de Bento Gonçalves em jogo treino realizado hoje. Quantos sócios tem o time da azenha hoje em dia hein? Há quantos dias, semanas, meses, anos o vizinho não sabe o que é comemorar uma vitória em clássico?

* O ano de 2007 será repleto de desafios e cheio de emoções para o torcedor gremista. É ano de defender o título estadual. É ano de superar a 3ª colocação obtida no Campeonato Brasileiro. É ano de buscar a Taça Libertadores de um local em que ela, seguramente, se sente deslocada. O Grêmio não é clube para ser coadjuvante. Se não for para sermos campeões, nós nem saímos de casa. Portanto, quem está tranqüilo, achando-se campeão do mundo, que se cuide...

* A piazada COLORADA não cansa de nos trazer alegrias. Os juvenis (sub-17) conquistaram o Troféu Romeu Gulart Jaques, em Santiago-RS, depois de bater o Goiás na final (nossa 10ª conquista neste torneio de base). O goleiro Renan fez mais uma atuação fantástica no final de semana. Aliás, o jovem arqueiro sofreu apenas 1 gol, e de pênalti, nas últimas 10 partidas em que atuou. Seleção é questão de tempo. Finalmente, a dupla Luis Adriano e Alexandre Pato segue levando a seleção brasileira sub-20 nas costas lá no Sudamericano do Paraguai. Colorado de Ases Celeiro!

Os “Clássicos” são uma exaltação à rivalidade. Mas uma rivalidade sadia. A secação e a flauta são as únicas armas permitidas. Quem vencerá, Grêmio ou Internacional? Pouco importa. O que vale é que toda a semana começa em 0 a 0 com a bola no centro. E em paz...

1 Comments:

Blogger Vinicius said...

Ótimo realmente a idéia desse tipo de blog. Era a minha idéia com o meu, mas infelizmente o rival emplumado não posta com boa frequência. Uma pena. E viva a realidade!

Vinicius Grissi

06 fevereiro, 2007 07:10  

Enviar um comentário

<< Home